Navigation – Plan du site

20 | 2010
Identidades, Percursos e Clivagens nos PALOP

Sous la direction de Gerhard Seibert

Os artigos reunidos na presente edição dos Cadernos de Estudos Africanos são o resultado de um call for papers por ocasião de 35 anos de independência dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), lançado no ano passado. Devido à recusa da descolonização pela ditadura salazarista, a independência dos PALOP realizou-se quinze anos mais tarde do que na maioria das outras colónias europeias em África, na sequência da Revolução de 25 de Abril de 1974 em Portugal. Consequentemente, o contexto histórico-político da descolonização das colónias portuguesas caracteriza-se por algumas particularidades, nomeadamente lutas armadas de libertação, períodos de transição curtos, o êxodo dos colonos portugueses (Angola, Moçambique) e, depois da independência, a instalação de regimes monopartidários de orientação soviética que marcaram os primeiros quinze anos dos PALOP. Passados 35 anos desde a independência política, os caminhos percorridos pelos Cinco mostram semelhanças e diferenças, mudanças e continuidades e, apesar dos desenvolvimentos em algumas áreas, muitas esperanças que a independência criou ficaram ainda por realizar.
A diversidade da área científica dos autores e a variedade temática dos artigos que recebemos correspondem à própria heterogeneidade que os cinco PALOP representam em termos geográficos, demográficos, históricos, culturais, económicos e políticos.